10 dicas para incentivar a leitura em casa

leitura-para-criancas“O incentivo ao hábito da leitura é o desafio do século”. Quem afirma é a prof.ª Dr. Elaine Silva, que ministra a disciplina “Leitura e Letramento” para os alunos do Ensino Médio, no Colégio Mary Ward, em São Paulo. Acostumada a fomentar o contato com as letras entre os alunos, ela dá dicas práticas para os pais que querem fazer do lar um ambiente propício para a prática:

  • Torne o livro acessível: não adianta ter vários títulos infantis e mantê-los da parte alta da estante. A criança deve ter fácil acesso aos materiais de leitura.
  • O contato com os livros deve acontecer antes mesmo da alfabetização: é importante ler para criança e demonstrar que a atividade é prazerosa e faz parte da rotina da casa.
  • Dê o exemplo: pais que lêem fazem do hábito da leitura uma tendência natural para a criança.
  • Converse sobre o que você lê: alguns pais se preocupam com os temas que lêem e chegam até a esconder os livros das crianças. É importante manter um diálogo sobre a leitura demonstrando, mais uma vez, que a leitura é uma fonte de diversão, inclusive, para os pais.
  • Fique atento às preferências de seu filho: animais, histórias fantásticas, castelos, batalhas medievais. Observe os temas preferidos da criança e adquira livros que estejam inseridos nesses contextos.
  • Comece por filmes inspirados em livros: assistir filmes baseados em livros, discutir sobre eles e, dependendo do entusiasmo da criança, comprar o livro que inspirou a história é uma boa dica para que não se perca o interesse.
  • Viagens podem ajudar: buscar periódicos e livros sobre o destino pode ser uma maneira de estimular a leitura e a curiosidade.
  • Invista em gibis: estas publicações são consideradas uma porta de entrada importante para os pequenos leitores. A união entre imagens e escrita facilita a compreensão nos primeiros contatos com esse universo. Atualmente, as editoras têm adaptado grandes clássicos da literatura para este formato.
  • Invista nas notícias: se possível, sempre tenha jornais e revistas acessíveis a todos os moradores da casa. De maneira geral, os alunos com um melhor texto são aqueles que “consomem” notícias.
  • Não tenha medo da tecnologia: os sites com livros em domínio público e a popularização dos e-readers podem ser aliados dos novos leitores. Vale a pena deixar o preconceito de lado e dar uma chance para a leitura na tela.

Fonte: Communica Brasil

Voltar